agosto 19, 2010

"RELAXA" é o fim!

1 comentários

As amigas sempre falam...e eu já ouvi também...
Por que os homens adoram dizer "Relaxa"?
Além de dar margem à várias interpretações (por ex.: "Relaxa, eu amo você!"..."Relaxa, eu trouxe o guarda-chuva"..."Relaxa, vou ser delicado"...rs...ou ainda "Relaxa, eu comprei nosso apartamento!"), que não a real, é chato. Irritante até!
A interpretação correta é (Importante: leia sempre as entre-linhas e repare no tom de voz!): "Relaxa, sua neurótica maluca...". Ponto.
Dizer para uma mulher "relaxar" é, na nossa percepção, o equivalente a nos chamar de "insana ansiosa" ou "louca varrida". Meninos, não o façam! Aí sim, pode ser perigoso. Prigoso como dizer que estamos na TPM. Ai, ai, ai!
Nem todas as mulheres reagem da mesma maneira durante o período pré-menstrual, bobinhos. Vocês aprenderam "TPM" e a usam indiscriminadamente, para justificar eventuais acessos de fúria quando sua namorada te pega no flagra, saracoteando pelo Facebook, por exemplo.
Mesmo quando a situação é notória, quando é fato que você não está maluca, eles dizem essa palavrinha desagradável...RELAXA.
E, o que óbviamente acontece depois disso? Você, que estava em pleno controle dos seus sentidos, NÃO RELAXA. Aliás, não relaxa mesmo, porque se sente louca...e nada, nada "resolvida".
Então, mais um dos grandes mistérios da mente masculina: Por que, ainda assim, homens dizem isso?
A resposta para este enigma? Não sei.
Para mim é como "beijo de língua na orelha"...mais precisamente, dentro do ouvido. Um mistério absoluto.
Quem sabe quem inventou que isto era bom?rsrs
Mulheres e homens vão se relacionar ainda por um bom tempo.
Até que realmente exista o tal "sexo único", (de minha parte, passo! Obrigada.), sempre haverão estas dúvidas... E, talvez, este seja um charme. Como uma cicatriz ou uma verruga no meio da testa que passa, de acordo com o grau de paixão, a ser "um charme".
O fato é que, meninos, nos mandar "relaxar" é o fim!
Sendo assim, e quem avisa amigo é...NÃO FAÇAM ISSO!rs



Share/Save/Bookmark

agosto 16, 2010

Lançamento de Verão

0 comentários













O lançamento de verão foi super gostoso!
A Pagú ficou cheia de gente bacana conferindo os novos designers que acabam de se tornar parceiros. Eba!
A coleção nova Daniela Ricci Acessórios já está no site (http://www.danielaricciacessorios.com) e vale lembrar que, semanalmente, modelos novos "saem do forno" e são inseridos na coleção.
Gosto disso, sabe? A possibilidade de criar modelos novos, usar estampas diferentes, detalhes diferentes sempre! É uma coleção móvel!rs
Espero que gostem da primeira leva...foi, como sempre, feita prá vocês!


Share/Save/Bookmark

agosto 10, 2010

MODERNIDADE?

2 comentários

Falando com uma grande amiga, daquelas à quem a gente conta tudo, ouvi uma coisa à meu respeito que, por um lado, me deixou lisongeada. Por outro, me fez sentir tão diferente...tão "peixe fora d'água"...
Ela me disse: "Você, Dani, que ama tanto o "retrô" está anos luz à frente das pessoas...Porque você não joga."
Mas, a que preço, amiga? Pago tão caro por isso!
Poderemos, verdadeiramente, ser quem somos?
Eu sei quem sou. Claro, acredito que, como todo mundo, gosto de muitas coisas em mim...mas não gosto de outras tantas...
Uma coisa eu sei: sou espontânea. Mas, espontaneidade tem um preço alto.
Será que vale à pena sermos quem somos?
Será que vale à pena não nos moldarmos à tudo ou tentarmos ser o que esperam que sejamos?
Será que vale "o jogo"?
Jogar, aqui, se refere à camuflar as emoções, se abster das opiniões, fingir que não quer quando quer... Fingir que não liga, quando liga...ou, o contrário.
Porque, vejam, se todo o mundo "joga", quem, de fato, se conhece? Quem , de fato, conhece o outro?
Acredito em assumir posições, em declarar carinho, amizade, em dizer "gosto muito de você"!
Acredito que o tempo esteja passando mais rápido hoje em dia. Talvez porque, adultos, tenhamos a exata dimensão do tempo.
Então, acredito em ser verdadeiro, em expressar sentimentos...sem medo.
Ah, mas isso, tem me custado tãoooo caro...
Hoje, me custou uma amizade. Uma amizade confusa, é verdade... Mas, sem dúvida, uma amizade que eu prezava muito.
Por isso, e por declarar sempre e abertamente, o que sinto, vou dizer:
ESTOU TÃO TRISTE HOJE...
Não queria ser mal-interpretada...
E, a modernidade, que nos permite dizer coisas sem trocar um olhar, sem ouvir o tom de voz...ah, ela tem muita culpa nestes desencontros!
Para a minha amiga querida só posso dizer da saudade que tenho de quando não existiam as "Redes Sociais", os "MSNs"...
Da saudade que eu tenho de olhar no olho...de ver sorrir...de ver chorar.
Acho que, nesse ponto, os bichos são muito mais felizes...


Share/Save/Bookmark

agosto 01, 2010

Improvisado e ponto.

2 comentários

Fui ontem ao Improvisado, balada Jazz na Casa das Caldeiras.
Achei que valia um post...
Bom, o lugar, por si só, já é incrível, né? Com um astral meio NY...Quem já foi, sabe. Agora, o som? O som é maravilhoso! Jazz moderno, com pegada soul... Eu não entendo a parte técnica, mas posso afirmar que vc dança! Uma delícia!
O trio Improvisado faz eventinhos mensais...e nunca se sabe ao certo quando será o próximo, o que dá um mistériozinho bacana.
Mas, se cadastrando pelo site (http://www.improvisado.com.br/), você é informado das datas.
Ontem teve participação da cantora Lurdez da Luz e um DJ maravilhosoooooooo, cujo nome não sei...sorry!
É bom avisar que, "improvisado", o evento só aceita pagamento (entrada e bebida) em cheque ou dinheiro vivo.
Cheio de gente bacana, interessada em boa música...em bom papo....em dançar.
Porque, pessoas, São Paulo tem muito mais prá oferecer do que "baladas coxinha", right?
Dica boa essa!
Bj



Share/Save/Bookmark