dezembro 22, 2010

HAPPY NEW YEAR!

0 comentários

Meninas e meninos...
Chega de só falar em compras...sugerir compras...oferecer produtos...
Hoje quero agradecer à todos vocês por prestigiarem não só meus acessórios, como também as minhas "escritinhas" aqui no blog.
Por vezes ácida, por vezes engraçada, por vezes séria, por vezes nostálgica...deixo aqui um pouco das minhas impressões do mundo e do que vejo à minha volta.
Sou uma pessoa verdadeira...procuro ser sempre! Norteio minha vida assim.
As coisas que escrevo aqui, meus pensamentos, são tão somente a minha opinião. E não quero com isso, acreditem, "converter" ninguém.
Acredito que é através da conversa, do debate que crescemos e que entendemos mais da vida. E, por isso, peço que postem seus comentários, suas opiniões sobre os temas abordados aqui... Essa é a riqueza de um blog e da Internet de maneira geral: a possibilidade de criarmos vínculos, de aprendermos, de trocarmos.
Obrigada mais uma vez por mais este ano, que foi de muitas conquistas para a minha marca e meu trabalho.
Desejo à vocês todos um Feliz Natal e um 2011 de muito trabalho, de muitas vitórias, de muita saúde e muito, muitoooo amor!
Um grande beijo!
Dani

Share/Save/Bookmark

dezembro 13, 2010

O sol e o chapéu

0 comentários





Meninas...que sol é esse?
Me lembro dos tempos de criança, que a gente ficava na praia até o sol se pôr... Ou ainda dos tempos em que, aos finais de semana, eu e minha mãe preparávamos uma mistura bombástica de óleo Johnson's e sementes de urucum! hahahaha! E ficava uma cor espetacular!
Mas hoje isso não é nenhum pouco aconselhável, hein? Aliás, proibido!
Hoje o sol está diferente...mais forte e ardido. E, sim!, você deve se proteger!
Filtros solares em vários graus estão à disposição e você vai se bronzear também, acredite!
Mas, sabe o que é muito cool e ajuda muito na sua proteção? Um bom chapéu!
Nunca entendi porque, em se tratando justamente de um país tropical, nós não temos o hábito de usar chapéus...
Os europeus amam, especialmente os ingleses que são, aliás, os mais criativos nesse item...os americanos também se protegem, tanto no inverno quanto no verão. E a gente aqui, não...aff!
Pessoalmente acho um acessório incrível! Tanto nos dias de frio quanto nos dias de sol senegalês, como estes últimos.
Eu tenho, inclusive, uma modesta coleção...de praia, panamá...de casamento...de inverno...boinas, gorrinhos, bonés...ADORO, desde menininha!
Vamos lá! Proteger-se com estilo é possível e fundamental!


Share/Save/Bookmark

dezembro 03, 2010

Elegância + Bom-Humor

0 comentários





Então...falei outro dia sobre aquelas pessoas que são naturalmente refinadas...que tem uma elegância que aparece sem esforço, lembra?
Pois bem, num dos meus "passeios cibernéticos" pelo "On the Corner" (blog de street style, mas de gente real no mundo real) que eu tô super fã, achei mais uns exemplos de mulheres assim...
Esse blog argentino, traz imagens do povo de lá que, ok!, é e sempre foi muitooooo refinado mesmo. Mas, traz um frescor, sabe? Muito bacana!
Tem também umas fotos que selecionei para ilustrar esse post que mostram o prazer que a gente pode ter em se vestir se fizermos isso com irreverência, bom-humor e uma certa dose de descomprometimento com o que é chamado de moda.
O comprometimento deve existir com o que seja, de fato, um reflexo do que pensamos e de como somos.
Enjoy!

http://www.onthecorner.com.ar

Share/Save/Bookmark

dezembro 01, 2010

ELEGÂNCIA...

1 comentários



Sabe aquelas mulheres que já acordam "phinas"?
Aquelas que podem estar vestidas em sacos de estopa e continuam altivas?
Sabe a mulher que amarra os cabelos num "rabicózinho" com um grampo e parece que acabou de sair do melhor cabelereiro?
Estas são elegantes. Naturalmente.
Porque a elegância é uma coisa que tá dentro...ou não.
Uma roupa "bem cortada", como se dizia, com bom acabamento, funcional... é elegante.
E isso não tem absolutamente nada à ver com "finanças" nem com classe social... E vai além da maneira de vestir. São atitude, gestos, postura.
Tenho uma amiga, por exemplo, que ao contar uma história gesticula de uma maneira tão delicada que mais parece um ballet.
Falar num tom baixinho também denota elegância, coisa que nunca consigo...aff!...:( Mas, cuidado, ser elegante não significa sussurrar!)
Outra amiga, muito querida também, é elegante naturalmente. Sempre digo isso à ela. A maneira de falar, calmamente, como se o mundo fosse um templo zen...acho lindo!rs
Pessoas discretas são elegantes. Mas não confunda ser discreto com ser blasé, porque isso não é refinamento! É somente um pouco antipático...
Dando uma passeada no "The Sartorialist", hábito meu, separei estas três imagens que, acho, definem bem isso. Esse "quase" estado de espírito onde mora o refinamento.
Ah! já ia me esquecendo do mais importante: EDUCAÇÃO.
Ser educado é muito, muito elegante. Sempre.
Bom mesmo é nascer assim...mas também se pode aprender, né?
Prestarmos atenção em nós mesmas, de vez em quando, pode valer à pena.



Share/Save/Bookmark

novembro 17, 2010

Social climbers, only!

0 comentários

A cada dia mais me espanto ao ver o quanto fazem as mulheres, e não só elas!, pelas "griffes".
Uma ilusão veste a todos. A ilusão de que algo vai mudar na sua vida se você comprar ou usar uma marca determinada.
Verdade seja dita, o império por trás das grandes marcas internacionais dá uma larga vantagem sobre os novos designers. A pesquisa minuciosa, os materiais incríveis, a mão de obra qualificada (opa! não mais...hoje tudo é feito na China, Malásia, Índia...e quase em sistema escravagista), a contratação de grandes designers (estilistas são coisa do passado! Hoje são chamados "designers"...rs), desfiles-show, lojas que mais parecem palácios sauditas... Mas isso tudo não opera milagres.
Usar um jeans "tal" não fará sua celulite sumir ao vesti-la...
Uma bolsa "daquela" marca não fará brotar dinheiro de dentro quando você for usá-la...
Usar uma "griffe" de cifras astronômicas não te dará direitos ou privilégios...nem a fará parte do jet-set internacional.
Acorde! Você é quem é. E isso deveria ser o máximo!
Chegar a uma festa e encontrar todas as convidadas com o mesmo "uniforme" não traduz elegância.
As grandes marcas sabem muito bem disso, mas contam com os "espíritos menos evoluídos" da moda para cair em toda essa balela.
Meninas, e meninos tb!, o que conta é o estilo de cada um...
É o que te faz se destacar na multidão...
É, justamente, o SEU jeito de ser que te diferencia das outras pessoas e que as diferenciam entre si. E ISTO é o mais bacana!
Nada nem nenhuma marca poderá te dar charme ou elegância. Isto já está dentro de você!
Descubra seus pontos fortes, destaque-os.
Descubra seus pontos fracos, disfarce-os.
Sorria sempre.
Divirta-se com suas roupas e acessórios pois é para isso que eles servem.
A moda é para ser diversão e não castigo.
Você não tem que usar marcas caríssimas ou "coisas da moda" para ser importante, respeitado ou admirado. Isto se conquista de outras formas.
Aliás, sinceramente, isso apenas tornará você "mais um na multidão"...e isso é um tédio, não?



Share/Save/Bookmark

novembro 01, 2010

Buenos Aires que já amo!

1 comentários





Finalmente fui à Buenos Aires!
Sempre quis...e por ser tão perto, aquelas coisas...deixamos para "depois".
Surpreendente a minha reação à cidade. Me senti absolutamente em casa!
Sempre fui muito familiarizada com a cultura deles por ter pais que amam a Argentina e que por terem passado lá, talvez, os melhores momentos, foram ilustrando a minha vida com passagens e histórias deste país.
Apesar de, sim, ser uma cidade grande, BsAs conserva um arzinho de cidade pequena...cheia de detalhes e romantismo.
A fase ainda não está boa financeiramente, desde a maior crise em 2001...mas, graças a um povo culto e refinado e à preservação da história da cidade, uma atmosfera de elegância toma conta e quase não se nota a dificuldade que o país ainda atravessa.
As pessoas são educadíssimas e, confesso, senti uma ponta de inveja disso. Em qualquer situação, em qualquer lugar, ouvimos um "Buenos dias!", um "Muchas gracias!", um desejo de "Suerte!". E isso é legítimo! Faz parte daquele povo ser assim.
Eu fui parar até no "Ejército de Salvación", com duas amigas de lá...rs. Ví uma outra Buenos Aires, sem turistas que amei também!!!
Tudo é encantador! Especialmente para alguém como eu que adora o antigo.
Outra coisa que me chamou a atenção foi a juventude porteña... Eles, meninos e meninas, não carregam como aqui os valores bobos, a futilidade. É uma moçada engajada, extremamente ligada às artes e muito, muito talentosa!
Claro que, como em qualquer outro grande lugar, os problemas comuns como drogas e roubos aparecem também...nada é perfeito, infelizmente. Mas o que fica como primeira impressão não é isso, que bom! O que fica é um enorme prazer por ter conhecido a cidade, ter ouvido boa música, enchido os olhos com belezas várias.
Como "dicas" já tivemos muitas e, nem sempre são boas, prefiro deixar aqui uma única: siga sua curiosidade, siga a música, entre, caminhe!
Buenos Aires é um lugar a se descobrir!
Claro, não deixe de ir aos lugares óbvios, que têm seus encantos: Café Tortoni, Calle Florida, a feira de San Telmo, Recoleta...
Mas Buenos Aires é bemmmm mais que isso!



Share/Save/Bookmark

setembro 21, 2010

29ª BIENAL

0 comentários






A Arte é necessária.
Seja por quem for, como for...ou onde for.





Curadores-chefe: / Chief curators: Moacir dos Anjos, Agnaldo FariasCuradores convidados / Invited curators: Chus Martinez, Fernando Alvim, Rina Carvajal, Sarat Maharaj, Yuko Hasegawa

1. Adrian Piper / USA / Germany / 1948
2. Aernout Mik / Netherlands / Netherlands / 1962
3. Ai Weiwei / China / China / 1957
4. Albano Afonso / Brasil / Brasil / 1964
5. Alberto Greco / Argentina / 1931 - 1965
6. Alessandra Sanguinetti / USA / USA / 1968
7. Alfredo Jaar / Chile / USA / 1956
8. Alice Miceli / Brasil / Brasil / 1980
9. Allan Sekula / USA / USA / 1951
10. Allora & Calzadilla – Allora / USA / Puerto Rico / 1974 and Calzadilla / Cuba / Puerto Rico / 1971
11. Amar Kanwar / India / India / 1964
12. Amélia Toledo / Brasil / Brasil / 1926
13. Ana Gallardo / Argentina / Argentina / 1958
14. Andrea Büttner / Germany / Germany / 1972
15. Andrea Geyer / Germany / Germany and USA / 1971
16. Andrew Esiebo / Nigeria / Nigeria / 1978
17. Anna Maria Maiolino / Italy / Brasil / 1942
18. Anri Sala / Albania / Germany / 1974
19. Antonieta Sosa / USA / Venezuela / 1940
20. Antonio Dias / Brasil / Brasil / 1944
21. Antonio Manuel / Portugal / Brasil / 1947
22. Apichatpong Weerasethakul / Thailand / Thailand / 1970
23. Archigram Group / England / 1960s
24. Artur Barrio / Portugal / Brasil / 1946
25. Artur Zmijewski / Poland / Poland / 1966
26. CADA - Colectivo Acciones de Arte / Chile / 1979
27. Cao Fei / China / 1978
28. Carlos Bunga / Portugal / Spain / 1976
29. Carlos Garaicoa / Cuba / Cuba
30. Carlos Teixeira / Brasil / Brasil / 1966
31. Carlos Vergara / Brasil / Brasil / 1941
32. Carlos Zilio / Brasil / Brasil / 1944
33. Chantal Akerman / Belgium / France / 1950
34. Chen Chieh-jen / Taiwan / 1960
35. Chim Pom / Japan
36. Cildo Meireles / Brasil / Brasil / 1948
37. Cinthia Marcelle / Brasil / Brasil / 1974
38. Claudia Joskowicz / Bolivia / USA
39. Claudio Perna / Venezuela / 1938-1997
40. Daniel Senise / Brasil / Brasil / 1955
41. David Claerbout / Belgium / Belgium / 1969
42. David Cury / Brasil / Brasil
43. David Goldblatt / South Africa / South Africa / 1930
44. David Lamelas / Argentina / Argentina and USA / 1946
45. David Maljkovic / Croatia / Croatia / 1973
46. Deimantas Narkevicius / Lithuania / 1964
47. Dora Garcia / Spain / Belgium / 1965
48. Douglas Gordon / Scotland / Germany, Scotland and USA / 1966
49. Eduardo Coimbra / Brasil / Brasil / 1955
50. Eduardo Navarro / Argentina / Argentina /1979
51. Efrain Almeida / Brasil / Brasil / 1964
52. Emily Jacir / Palestine / USA and Palestine / 1970
53. Enrique Jezik / Argentina / Mexico / 1961
54. Ernesto Neto / Brasil / Brasil / 1964
55. Fernando Lindote / Brasil / Brasil / 1960
56. Filipa César / Portugal / Germany / 1975
57. Fiona Tan / Indonesia / Netherlands / 1966
58. Flávio de Carvalho / Brasil / 1899 - 1973
59. Francis Alÿs / Belgium / Mexico / 1959
60. Gabriel Acevedo Velarde / Peru / Germany /1976
61. Gil Vicente / Brasil / Brasil / 1958
62. Graziela Kunsch / Brasil / Brasil /1979
63. Gustav Metzger / Germany / England / 1926
64. Guy de Cointet / France / 1934 – 1983
65. Guy Veloso / Brasil / Brasil / 1969
66. Harun Farocki / Germany / Germany / 1944
67. Hélio Oiticica / Brasil / 1937 - 1980
68. Henrique Oliveira / Brasil / Brasil / 1973
69. High Red Center / Japan
70. Isa Genzken / Germany / Germany / 1948
71. Jacobo Borges / Venezuela / Venezuela and USA / 1931
72. James Coleman / Ireland / Ireland / 1941
73. Jean Luc Godard / France / 1930
74. Jeremy Deller / England / England / 1966
75. Jimmie Durham / USA / Italy / 1940
76. Joachim Koester / Denmark / USA / 1962
77. Jonas Mekas / Lithuania / Lithuania / 1922
78. Jonathas de Andrade / Brasil / Brasil
79. José Antonio Vega Macotela / Mexico / Mexico / 1980
80. José Leonilson / Brasil / 1957 - 1993
81. José Spaniol / Brasil / Brasil / 1960
82. Joseph Kosuth / USA / USA / 1945
83. Juliana Stein / Brasil / Brasil / 1970
84. Julie Ault and Martin Beck / USA and Austria / USA / 1957 and 1963
85. Karina Skvirsky Aguilera / USA / USA / 1967
86. Kboco e Roberto Loeb / Brasil / Brasil / 1978 and 1941
87. Kendell Geers / South Africa / Belgium / 1968
88. Kiluanji Kia Henda / Angola / Angola / 1979
89. Kimathi Donkor / England / 1965
90. Kutlug Ataman / Turkey / England / 1961
91. Livio Tragtenberg / Brasil / Brasil
92. Luiz Zerbini / Brasil / Brasil / 1959
93. Lygia Pape / Brasil / Brasil / 1927 - 2004
94. Manfred Pernice / Germany / Germany / 1963
95. Manon de Boer / India / Belgium and Netherlands / 1966
96. Marcelo Silveira / Brasil / Brasil / 1962
97. Marcius Galan / Brasil / 1972
98. Maria Lusitano Santos / Portugal / 1971
99. Maria Thereza Alves / Brasil / Germany / 1961
100. Marilá Dardot and Fábio Morais / Brasil / Brasil / 1973 and 1975
101. Mário Garcia Torres / Mexico / Mexico / 1975
102. Marta Minujin / Argentina / Argentina / 1943
103. Mateo López / Colombia / Colombia / 1978
104. Matheus Rocha Pitta / Brasil / Brasil / 1980
105. Miguel Angel Rojas / Colombia / Colombia / 1946
106. Miguel Rio Branco / Spain / Brasil / 1946
107. Milton Machado / Brasil / Brasil / 1947
108. Mira Schendel / Switzerland / 1919 -1988
109. Monir Shahroudy Farmanfarmaian / Iran / 1924
110. Moshekwa Langa / South Africa / Netherlands / 1975
111. Nástio Mosquito e Bofa da Cara / Angola / 1981
112. Nan Goldin / USA / USA and France / 1953
113. Nancy Spero / USA / 1926 - 2009
116. Nelson Leirner / Brasil / Brasil / 1932
117. Nnenna Okore / Nigeria / 1975
118. NS Harsha / India / India / 1969
119. Nuno Ramos / Brasil / Brasil / 1960
120. Oscar Bony / Argentina / 1941-2002
121. Oswaldo Goeldi / Brasil / 1895 –1961
122. Otobong Nkanga / Nigeria / France and Belgium / 1974
123. Otolith Group / England / England / 2000
124. Palle Nielsen / Denmark / Denmark / 1942
125. Paulo Bruscky / Brasil / Brasil / 1949
126. Pedro Barateiro / Portugal / Portugal / 1979
127. Pedro Costa / Portugal / Portugal / 1959
128. Pixação SP / Brasil / Brasil
129. Qiu Anxiong China / China / 1972
130. Raqs Media Colective / India / India / 1992
131. Rex Time / Brasil / Brasil / 1966
132. Roberto Jacoby / Argentina / Argentina / 1944
133. Rochelle Costi / Brasil / Brasil / 1961
134. Rodrigo Andrade / Brasil / Brasil / 1962
135. Ronald Duarte / Brasil / Brasil / 1963
136. Rosangela Rennó / Brasil / Brasil / 1962
137. Runa Islam / Bangladesh / England /1970
138. Samuel Beckett / Ireland/ 1906 - 1989
139. Sandra Gamarra / Peru / Spain / 1972
140. Sara Ramo / Spain / Brasil / 1975
141. Simon Fujiwara / England / Germany / 1982
142. Sophie Ristelhueber / France / France / 1949
143. Steve McQueen / England / England and Netherlands / 1969
144. Sue Tompkins / England / Scotland / 1971
145. Superstudio / Italy / 1966
146. Susan Philipsz / Scotland / Germany / 1965
147. Tacita Dean / England / Germany / 1965
148. Tamar Guimarães / Brasil / Denmark
149. Tatiana Blass / Brasil / Brasil / 1979
150. Tatiana Trouvé / Italy / France / 1968
151. Tobias Putrih / Slovenia / USA / 1972
152. Tucuman Arde / Argentina
153. UNStudio / Netherlands / 1998
154. Wendelien van Oldenborgh / Netherlands / Netherlands / 1962
155. Wilfredo Prieto / Cuba / Spain / 1978
156. Yael Bartana / Israel / Israel and Netherlands / 1970
157. Yoel Vazquez / Cuba / Germany / 1973
158. Yonamine/ Angola / 1975
159. Yto Barrada / France / Morroco / 1971
160. Zanele Muholi / South Africa / South Africa / 1972
161. Zarina Bhimji / Uganda / 1963


Share/Save/Bookmark

Você se lembra do "Misturinha"?

1 comentários

Uma febre
invadiu os salões, as caixinhas das manicures, as nossas casas!!!!
Que loucura é essa da febre por esmaltes?
É a só mais uma das gostosuras de ser mulherzinha, meu bem!
Nova cor, troca cor, faz desenhos, pinta de preto, matte, verde ou "cor-de-nada", descasca, pinta de novo...DELÍCIA!
Cores que fariam o "Misturinha" corar de vergonha! Cores que nem conseguimos definir...hahahaha
Os nomes das "cores" são ainda muito cafonas: Desejo Ardente, Sedução, Malícia...aff! Ou as "novas": Café-Creme, Pirata (?), "Fendi Queimado", Pipa, Verde Palmeira (não, é Palmeiras, não!), Camurça...Mas as cores são ótimas!!!!
Humm...só não me acostumei ainda com essa "onda matte"...Estranhei a sensação de ultra-super-secagem rápida que este tipo de esmalte tem. Nem com o visual "fiz as unhas e amassei no travesseiro" que ele proporciona.
Enfim, fato é que virou uma diversão tanto "garimpar" as novas cores quanto pintar as unhas com as mais, digamos, esquisitas.
Ainda existem as mais conservadoras que não abrem mão (literalmente...rs) das cores mais clássicas como o branquinho bobo Renda ou o bom e velho "Rosa Antigo"... E, convenhamos, ainda nenhuma cor substituiu o provocador vermelho no quesito chic/sexy.
Mas se você é, como eu, uma bem-humorada crônica este é "O" momento!
Na próxima encarnação, se houver mesmo, até toparia vir como homem, pelas "facilidades" que já conhecemos, hihihi...mas, por enquanto, vou abusarrrrrr das brincadeiras que tenho direito: todas as cores, now!







Share/Save/Bookmark

setembro 19, 2010

Bonecas

0 comentários





Toda menina sabe a importância que tem uma boneca.
Bonecas de qualquer tipo...tem de pano, tem bebê, tem mocinha...boneca de louça, de biscuit...não importa! Todas, ou uma só, fazem parte da história de cada uma de nós.
Eu, por exemplo, nunca gostei das bonecas bebês...achava chato...rs
E, elas eram enormes, pesadas...não dava para levar na bolsinha, imagine!
Gostava mesmo era das bonecas "mocinhas". Tinha Susi, tinha Barbie...e até uma da qual muito poucas se lembram: a Lisa. Uma "mocinha" bochechuda, um pouco mais baixinha que a Susie. Ela era uma graça! E tinha uma boquinha fazendo um biquinho, parecia que te mandava um beijo o tempo todo!
Hoje existe uma variedade imensa de bonecas.
E, hoje, não só as meninas "brincam" com elas. As "mocinhas mais velhas" também!
Já conhecia a boneca Blythe, mas nunca imaginei que ela era, digamos, peça de colecionadora!
E existe todo um universo de acessórios em torno dela e de outras bonecas do gênero.
Procurando nos sites especializados, a gente percebe que é um hobby...dos mais incríveis e, certamente, dos mais caros também. Uma boneca pode custar algumas centenas de dólares!
Mas, verdade seja dita, elas são realmente sensacionais! Não são simples bonecas...elas são inteiramente "costumizáveis" e é este o grande barato!
Já imaginou uma boneca que "troca" a cor dos olhos? E uma que você pode trocar os cabelinhos? Maquiá-las, também pode!
Roupinhas? Existem até mesmo leilões de peças vintage!!!
E, elas aparecem em vários tipos e modelos...tem nomes e códigos diferentes, que variam de acordo com a forma da carinha, o material, a cor da pele, dos cabelos... Tem as "edições limitadas", mais raras.
Fiquei admirada por descobrir esse "mundo"!
Pode ser bem divertido colecionar ou simplesmente costumizar uma delas. Passa a ser uma "aventura" gratificante achar um sapatinho especial ou um casaquinho dos anos 60, por exemplo.
Mas, aviso: tem que ter "bala na agulha" para sustentar uma coleção dessas, viu?


Share/Save/Bookmark

agosto 19, 2010

"RELAXA" é o fim!

1 comentários

As amigas sempre falam...e eu já ouvi também...
Por que os homens adoram dizer "Relaxa"?
Além de dar margem à várias interpretações (por ex.: "Relaxa, eu amo você!"..."Relaxa, eu trouxe o guarda-chuva"..."Relaxa, vou ser delicado"...rs...ou ainda "Relaxa, eu comprei nosso apartamento!"), que não a real, é chato. Irritante até!
A interpretação correta é (Importante: leia sempre as entre-linhas e repare no tom de voz!): "Relaxa, sua neurótica maluca...". Ponto.
Dizer para uma mulher "relaxar" é, na nossa percepção, o equivalente a nos chamar de "insana ansiosa" ou "louca varrida". Meninos, não o façam! Aí sim, pode ser perigoso. Prigoso como dizer que estamos na TPM. Ai, ai, ai!
Nem todas as mulheres reagem da mesma maneira durante o período pré-menstrual, bobinhos. Vocês aprenderam "TPM" e a usam indiscriminadamente, para justificar eventuais acessos de fúria quando sua namorada te pega no flagra, saracoteando pelo Facebook, por exemplo.
Mesmo quando a situação é notória, quando é fato que você não está maluca, eles dizem essa palavrinha desagradável...RELAXA.
E, o que óbviamente acontece depois disso? Você, que estava em pleno controle dos seus sentidos, NÃO RELAXA. Aliás, não relaxa mesmo, porque se sente louca...e nada, nada "resolvida".
Então, mais um dos grandes mistérios da mente masculina: Por que, ainda assim, homens dizem isso?
A resposta para este enigma? Não sei.
Para mim é como "beijo de língua na orelha"...mais precisamente, dentro do ouvido. Um mistério absoluto.
Quem sabe quem inventou que isto era bom?rsrs
Mulheres e homens vão se relacionar ainda por um bom tempo.
Até que realmente exista o tal "sexo único", (de minha parte, passo! Obrigada.), sempre haverão estas dúvidas... E, talvez, este seja um charme. Como uma cicatriz ou uma verruga no meio da testa que passa, de acordo com o grau de paixão, a ser "um charme".
O fato é que, meninos, nos mandar "relaxar" é o fim!
Sendo assim, e quem avisa amigo é...NÃO FAÇAM ISSO!rs



Share/Save/Bookmark

agosto 16, 2010

Lançamento de Verão

0 comentários













O lançamento de verão foi super gostoso!
A Pagú ficou cheia de gente bacana conferindo os novos designers que acabam de se tornar parceiros. Eba!
A coleção nova Daniela Ricci Acessórios já está no site (http://www.danielaricciacessorios.com) e vale lembrar que, semanalmente, modelos novos "saem do forno" e são inseridos na coleção.
Gosto disso, sabe? A possibilidade de criar modelos novos, usar estampas diferentes, detalhes diferentes sempre! É uma coleção móvel!rs
Espero que gostem da primeira leva...foi, como sempre, feita prá vocês!


Share/Save/Bookmark

agosto 10, 2010

MODERNIDADE?

2 comentários

Falando com uma grande amiga, daquelas à quem a gente conta tudo, ouvi uma coisa à meu respeito que, por um lado, me deixou lisongeada. Por outro, me fez sentir tão diferente...tão "peixe fora d'água"...
Ela me disse: "Você, Dani, que ama tanto o "retrô" está anos luz à frente das pessoas...Porque você não joga."
Mas, a que preço, amiga? Pago tão caro por isso!
Poderemos, verdadeiramente, ser quem somos?
Eu sei quem sou. Claro, acredito que, como todo mundo, gosto de muitas coisas em mim...mas não gosto de outras tantas...
Uma coisa eu sei: sou espontânea. Mas, espontaneidade tem um preço alto.
Será que vale à pena sermos quem somos?
Será que vale à pena não nos moldarmos à tudo ou tentarmos ser o que esperam que sejamos?
Será que vale "o jogo"?
Jogar, aqui, se refere à camuflar as emoções, se abster das opiniões, fingir que não quer quando quer... Fingir que não liga, quando liga...ou, o contrário.
Porque, vejam, se todo o mundo "joga", quem, de fato, se conhece? Quem , de fato, conhece o outro?
Acredito em assumir posições, em declarar carinho, amizade, em dizer "gosto muito de você"!
Acredito que o tempo esteja passando mais rápido hoje em dia. Talvez porque, adultos, tenhamos a exata dimensão do tempo.
Então, acredito em ser verdadeiro, em expressar sentimentos...sem medo.
Ah, mas isso, tem me custado tãoooo caro...
Hoje, me custou uma amizade. Uma amizade confusa, é verdade... Mas, sem dúvida, uma amizade que eu prezava muito.
Por isso, e por declarar sempre e abertamente, o que sinto, vou dizer:
ESTOU TÃO TRISTE HOJE...
Não queria ser mal-interpretada...
E, a modernidade, que nos permite dizer coisas sem trocar um olhar, sem ouvir o tom de voz...ah, ela tem muita culpa nestes desencontros!
Para a minha amiga querida só posso dizer da saudade que tenho de quando não existiam as "Redes Sociais", os "MSNs"...
Da saudade que eu tenho de olhar no olho...de ver sorrir...de ver chorar.
Acho que, nesse ponto, os bichos são muito mais felizes...


Share/Save/Bookmark

agosto 01, 2010

Improvisado e ponto.

2 comentários

Fui ontem ao Improvisado, balada Jazz na Casa das Caldeiras.
Achei que valia um post...
Bom, o lugar, por si só, já é incrível, né? Com um astral meio NY...Quem já foi, sabe. Agora, o som? O som é maravilhoso! Jazz moderno, com pegada soul... Eu não entendo a parte técnica, mas posso afirmar que vc dança! Uma delícia!
O trio Improvisado faz eventinhos mensais...e nunca se sabe ao certo quando será o próximo, o que dá um mistériozinho bacana.
Mas, se cadastrando pelo site (http://www.improvisado.com.br/), você é informado das datas.
Ontem teve participação da cantora Lurdez da Luz e um DJ maravilhosoooooooo, cujo nome não sei...sorry!
É bom avisar que, "improvisado", o evento só aceita pagamento (entrada e bebida) em cheque ou dinheiro vivo.
Cheio de gente bacana, interessada em boa música...em bom papo....em dançar.
Porque, pessoas, São Paulo tem muito mais prá oferecer do que "baladas coxinha", right?
Dica boa essa!
Bj



Share/Save/Bookmark

julho 15, 2010

Quando o Verão chegar...

0 comentários




...um monte de bolsas fofas prá você!
Parte da coleção já está pronta e, modestamente, ficou linda!
Materiais diferentes do que costumo usar...detalhes muitooooo especiais...modelos práticos e modelos femininos...
Aqui, um preview...Mas, é segredo, ok?
Beijo!

Share/Save/Bookmark

julho 11, 2010

MOSTRA ACESSÓRIOS - VERÃO 2011

0 comentários











Mais uma vez...nona ou décima??? Já nem sei...
O que sei é que as peças foram sucesso, mais uma vez! Graças à Deus!
Trabalho de meses...muita pesquisa, experimentação, erros e acertos...Coleção nova!
As sempre características estampas, em modelos novos e nos clássicos também...Muita renda, muito flúor...Mas, claro, as mais discretas têm vez!
Com renda, vamos de Chanel à Galliano. Nas estampas, do étnico ao retrô. Nos tamanhos, para altas e mignons. Tem para todas, democráticamente!
É tendência a bolsa "nada" ( batizei!hehe), sem muita divisória nem muito detalhe...Uma bolsa funcional e prática, "comme il faut"! Mas, como a praticidade pode ser bonita, umas estampas e texturas especiais!
A coleção vai estar na loja à partir de Agosto.
Até lá, você pode ir matando a curiosidade por aqui...
Um beijo!


Share/Save/Bookmark